jusbrasil.com.br
8 de Abril de 2020

Ser refugiado, "disfarçado de brasileiro", se tornou mais seguro

O risco de ser brasileiro em um país com tantos Brasis.

Erick Riccely, Estudante de Direito
Publicado por Erick Riccely
há 4 anos

Depois das eleições de 2014, vimos o quão está fragilizada a democracia brasileira que, este ano, completou apenas 30 anos. Não, não é só questão da crise política mas também do ódio disseminado e terceirizado pela grande mídia para os ditos, inteligentes e superiores.

Os riscos que o povo brasileiro oferece a si mesmo, chegou a um nível preocupante. Já não bastasse a discriminação já existente contra os nordestinos e nortistas, agora a grande mídia, que é um concessão pública, utiliza seu espaço, público, contra o próprio povo.

Quando chamados por um ex-presidente da república, FHC, de "desinformados dos grotões", quando a Dilma teve maioria no Nordeste vimos o problema se intensificar. O jornalista da Rede Globo, Diogo Mainardi, chama os nordestinos de inferiores, com uma língua inferior, "bovinos", ou seja, trabalham apenas por comida, dá pra se ter uma noção dos riscos que os brasileiros correm por serem... Brasileiros. E os problemas não param por aí, parece que estamos vivendo Heich invertido pelas raças de direita disfarçadas de esquerda.

Discrimina-se o haitiano frentista do posto, o angolano vendedor de picolé, o senegalês do açougue, mas, quando não identificamos a etnia, pois somos "idênticos" aos refugiados do sul da Europa, como no caso da crise de refugiados de outros tempos, reforça a nossa estória de povo acolhedor como fomos tão solidários com os albaneses. Os albaneses estão seguros, os sírios da parte norte da síria também, mas os nordestinos, brasileiros, correm riscos em seu próprio país.

Essa problema tem solução? __ Avançou, até pouco tempo, mas retrocedemos nos últimos anos. Punir tanto quem pratica o ódio, como quem a estimula seria um grande passo, ou seja, cumprir a lei.

1 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

No Brasil está complicado pegar um ônibus, ir à um restaurante,... Ouvir as asneiras e ser indiferente pra mim, é impossível.

A situação do Brasil é preocupante. Ver gente falando "volta ditadura"... É complicado... continuar lendo